Papa nomeia bispo para a diocese de São João Del Rei (MG)

Diocese estava vacante (sem bispo) desde Janeiro de 2018.

A Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou nesta quarta-feira, 12 de dezembro, a decisão do papa Francisco em nomear bispo para a vacante diocese de São João Del Rei (MG), dom José Eudes Campos do Nascimento, transferindo-o da diocese de Leopoldina (MG). A diocese de São João Del Rei esteve vacante desde o dia 19 de janeiro deste ano, quando dom Célio de Oliveira Goulart faleceu. O padre Dirceu de Oliveira Medeiros, atual vigário geral da diocese, exerce até agora a função de administrador diocesano.

Dom José Eudes Campos do Nascimento
Dom José é natural de Barbacena (MG) onde nasceu em 30 de abril de 1966. Estudou filosofia no Instituto Santo Tomás de Aquino em Belo Horizonte e cursou  teologia no Seminário Arquidiocesano de Mariana. Foi ordenado sacerdote em 22 de abril de 1995, atuando em diversas paróquias da arquidiocese de Mariana e, antes de sua nomeação, trabalhou como pároco da paróquia Santa Efigênia em Ouro Preto (MG).

Em 27 de junho de 2012 foi nomeado bispo pelo papa Bento XVI. Recebeu sua sagração episcopal no dia 15 de setembro das mãos de dom Geraldo Lyrio Rocha, arcebispo de Mariana, dom Gil Antônio Moreira, arcebispo de Juiz de Fora e dom Francisco Barroso Filho, bispo emérito de Oliveira. Tomou pose na diocese de Leopoldina no dia 30 de Setembro do ano de 2012.  Seu lema episcopal é: “Servus in charitate” que significa “Servo no amor”.

Saudação
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou saudação a dom José Eudes Campos do Nascimento. O texto é assinado pelo secretário-geral da Conferência, dom Leonardo Steiner. Confira, abaixo, a saudação na íntegra:

 Saudação da CNBB a dom José Eudes Campos do Nascimento

Brasília, 12 de dezembro de 2018

Prezado Irmão, dom José Eudes Campos do Nascimento.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se alegra com a sua nomeação, publicada nesta quarta-feira, 12 de dezembro, como novo bispo da diocese de São João del-Rei (MG). Agradecemos, nesta ocasião, a delicadeza e o zelo do Papa Francisco para com a Igreja no Brasil.

À diocese de Leopoldina (MG), que o senhor tem servido desde setembro de 2012, enviamos o nosso abraço de gratidão e nossa palavra de esperança.

Para saudá-lo, nesse momento, buscamos as palavras do Papa Emérito Bento XVI quando se dirigiu aos bispos do Brasil, na Catedral da Sé, em São Paulo (SP), em maio de 2007: “Nós Bispos somos convocados para manifestar essa verdade central, pois estamos vinculados diretamente a Cristo, Bom Pastor. A missão que nos é confiada, como Mestres da fé, consiste em recordar, como o mesmo Apóstolo das Gentes escrevia, que o nosso Salvador «quer que todos os homens se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade» (1Tm 2, 4-6). Esta é a finalidade, e não outra, a finalidade da Igreja, a salvação das almas, uma a uma. Por isso o Pai enviou seu Filho, e «como o Pai me enviou, também eu vos envio» (Jo 20,21)”.

Fazemos nossas preces acompanhadas de uma súplica para que o seu novo desafio missionário seja pleno de frutos para o Reino de Deus. Enviamos, ainda, nosso abraço fraterno.

Em Cristo,

Dom Leonardo Ulrich Steiner

Bispo auxiliar de Brasília
Secretário-Geral da CNBB.

Arquivo de Notícias
Categorias